03/10/2018

AGENTES DE SAÚDE E DENTISTAS TERÃO MAIS BENEFÍCIOS

Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Agentes de Combate a Endemias (ACE) e cirurgiões dentistas que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF), em Santos, contarão, até o final do ano, com um acréscimo nas suas remunerações mensais, conforme o previsto nos repasses efetuados à Administração Municipal pelo Ministério da Saúde. O aumento no pagamento foi negociado pelos vereadores Telma de Souza (PT) e Braz Antunes Mattos Neto (PSD) junto à Secretaria Municipal de Saúde, e aprovado pela Secretaria de Gestão, na manhã desta quarta-feira (03/10).

Telma levou a reivindicação dos agentes de saúde ao secretário de Saúde de Santos, Fábio Ferraz, há cerca de dois meses. A defesa dos cirurgiões dentistas foi feita, na mesma época, pelo vereador Braz.
Agentes e cirurgiões dentistas têm o direito assegurado de receber a Gratificação Individual de Desempenho (GID) por terem ingressado no PSF. Os cirurgiões dentistas já estavam contemplados com o benefício, mas em defasagem na comparação com outras categorias universitárias do PSF, como enfermeiros e médicos. Já os ACS e ACE não contavam com o benefício, por não serem originalmente do quadro de servidores da Prefeitura de Santos. Com a nomeação de concursados em 2017 e da incorporação de agentes que já atuam no Programa, essa categoria passou a ter esse direito.

Ao todo, 275 ACS e ACE passarão a receber a gratificação. O valor corresponderá a 10% do salário fixado, o equivalente a R$ 130,00. Isto significa que, sempre que houver aumento salarial, a GID também será ampliada, por conta do índice fixado. Para os profissionais da Odontologia será o equivalente a23% do salário.

“Esta é uma conquista para os cirurgiões dentistas, mas especialmente para os ACS e ACE, que passam a receber a gratificação. É uma etapa desta luta pela valorização da categoria; a próxima será equiparar o índice da gratificação com os demais profissionais do Programa de Saúde da Família”, avaliou Telma.

Para efetivar o benefício para as duas categorias, a Prefeitura de Santos terá que enviar à Câmara Municipal um projeto para regulamentar os pagamentos. Estima-se que o investimento mensal será em torno de R$ 17 mil mensais para os cofres da Secretaria de Saúde.

Leia também

CÂMARA APROVA ISENÇÃO DA TAXA DE ILUMINAÇÃO PARA IDOSOS

Ver mais

EMENDAS DA TELMA CONTEMPLARÃO MAIS DE 40 PROJETOS EM 2019

Ver mais

ENTIDADES PODEM APRESENTAR PROJETOS PARA RECEBER EMENDAS DE TELMA NESTA SEXTA-FEIRA (19)

Ver mais