28/10/2004

Candidata prega a paz em encontro que reuniu 600 mulheres evangélicas

Mais de 600 mulheres evangélicas receberam calorosamente Telma de Souza para um chá da tarde nesta terça-feira, no Parque Balneário Hotel, numa grande manifestação de apoio à sua candidatura a prefeita de Santos. A presidente do Movimento Alfa de Ação Comunitária (MAAC) e do Movimento Feminino da Igreja Evangélica Assembléia de Deus em Santos, Eliane da Cruz Correa, disse que nos últimos dias teve a oportunidade de conhecer Telma "não apenas como uma lutadora e vencedora na política, mas também como uma mulher que tem coração e amor pela vida". Esposa do pastor Paulo Correa, Eliane lembrou as palavras bíblicas sobre a mulher virtuosa: "A mulher sábia edifica sua casa e a tola a derruba com as suas mãos".Em seu discurso, Telma detalhou alguns pontos do seu programa de governo para enfrentar problemas, como a crise na área da saúde e a violência. "Não queremos apenas a vitória. Queremos chegar à paz na nossa cidade" afirmou, ressaltando que um grande pacto social está sendo formado em torno de sua candidatura. A deputada federal fez ainda referência ao fato de o próprio presidente Lula ter valorizado a participação evangélica no primeiro escalão da República, que hoje conta com a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, e que já teve a participação da ex-ministra Benedita da Silva, ambas ligadas à Assembléia de Deus. "Estamos juntas nessa caminhada", afirmou Telma.A missionária Eliane Correa emocionou as fiéis ao lembrar que "a Bíblia nos manda profetizar; por isso, vamos continuar repetindo que Telma será a prefeita de Santos".Participaram do evento a ministra da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, Matilde Ribeiro, e as vereadoras reeleitas Suely Morgado (PT) e Sandra Arantes Felinto (PDT). Também estavam presentes o presidente do PSC em Santos, Oséas Felinto, e o suplente de deputado federal e presidente do PDT local, Paulo Correa Júnior, candidato a prefeito no primeiro turno. Correa Júnior revelou que ainda no primeiro turno Telma já estava conquistando o voto dele: "Aprendi com ela que governar é também um ato de amor", disse o ex-candidato.

Leia também

CÂMARA PRESTA HOMENAGEM AOS 15 ANOS DA UNIFESP BAIXADA SANTISTA

Ver mais

TELMA PROPÕE CRIAÇÃO DE  PASSE LIVRE PARA ESTUDANTES

Ver mais

TELMA REALIZA SESSÃO SOLENE EM HOMENAGEM AO DIA DE ALLAN KARDEC

Ver mais