28/01/2019

PREFEITO VETA PROJETO DA TELMA DE ISENÇÃO NA CONTRIBUIÇÃO DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA PARA IDOSOS

O Projeto de Lei que garante isenção do pagamento da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) a idosos de Santos, que possuam um único imóvel e renda familiar de até seis salários mínimos, foi vetado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa. De autoria da vereadora Telma de Souza, a iniciativa teria um impacto social positivo para a população mais idosa e carente e sem comprometer as finanças do Município, uma vez que o custo da desoneração na arrecadação seria de aproximadamente R$ 1,5 milhão, cerca de 0,07% do Orçamento de Santos, conforme previsão para este ano.

A cobrança da taxa de iluminação foi aprovada pelo Congresso Nacional em 2002,  para o custeio e a manutenção da iluminação pública que, depois de vários adiamentos, passou a ser de responsabilidade dos municípios. Em Santos, a taxa vem sendo cobrada na conta de luz dos moradores desde abril de 2015. 

Para Telma, faltou sensibilidade para a Administração ao vetar a proposta. “Uma das grandes dificuldades enfrentadas pelos idosos é a diminuição da sua renda salarial, especialmente quando o sustento depende da aposentadoria. Para agravar essa situação, com o avançar da idade há um aumento considerável de gastos mensais, principalmente por conta dos recursos com tratamentos de saúde”.

A vereadora reitera que o impacto para o Município seria pequeno até porque os recursos economizados com a isenção da CIP certamente seriam reinseridos na economia local, gastos dentro da Cidade. 

Santos já conta com um benefício semelhante aos aposentados. Quando prefeita de Santos, Telma autorizou a isenção de 50% da cobrança do IPTU sobre imóveis de aposentados que vigora até hoje. 

Após ser vetado pelo prefeito no fim do ano passado, o projeto retorna à Câmara que poderá derrubar ou manter o veto. “Vamos conversar com os demais vereadores e buscar apoio para a derrubada e a promulgação da lei. Entretanto, sabemos que não é fácil por causa da maioria parlamentar do Executivo na Casa”, explica Telma.

 

FOTO: PMS

Leia também

TELMA COBRA CONSTRUÇÃO DE 700 MORADIAS NA ZONA NOROESTE 

Ver mais

PROJETO QUE PROÍBE INCINERADOR EM SANTOS TEM APOIO DE 55 ORGANIZAÇÕES AMBIENTAIS 

Ver mais

TELMA DEFENDE VALORIZAÇÃO PERMANENTE DA GUARDA MUNICIPAL

Ver mais