20/01/2021

TELMA COBRA INFORMAÇÕES SOBRE LEITOS DE UTI PARA ENFRENTAMENTO À PANDEMIA

Em agosto do ano passado, a vereadora questionou o fechamento de vagas. Aumento de casos pode levar à lotação do sistema.

Preocupada com a elevação do número de casos e mortes por Covid-19 em Santos, a vereadora Telma de Souza encaminhou, nesta terça-feira (19), ofício à Secretaria Municipal de Saúde para obter informações sobre a disponibilidade de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIS). Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, Telma questiona o Executivo sobre o plano de enfrentamento à nova onda da doença. 

Em agosto do ano passado, quando tomou conhecimento da desativação de vagas de UTI que haviam sido abertas por causa da pandemia, a presidente da Comissão de Saúde apresentou requerimento solicitando ao Executivo a manutenção dos leitos. 

A resposta do Executivo veio somente em dezembro, informando que não foi verificado déficit de vagas. A Secretaria de Saúde também informou que a Cidade possuía 141 leitos de UTI (Adulto, Pediátrico e Neonatal) para atendimento SUS e que as redes municipal e estadual disponibilizaram mais 142 leitos específicos para atendimento de casos de Covid-19.  

A Prefeitura informou ainda que a ampliação das vagas foi contratualizada para o período de enfrentamento à pandemia e que houve a necessidade de habilitação específica de UTI Adulto para Covid-19. Porém, sobre a manutenção das vagas em Santos, o Executivo respondeu que analisa a possibilidade de manter alguns leitos, sem mencionar números. Também informa que habilitou alguns leitos e solicitou a prorrogação de habilitação de alguns equipamentos, já que os leitos não foram renovados pelo Ministério da Saúde.

“Falta transparência nas informações. De fato, quantos leitos foram desativados e mantidos? Alertei que a doença ainda não havia sido controlada e propus que os leitos atendessem o histórico de déficit de leitos de UTI em Santos e Região. Os especialistas alertam que a crise vista em Manaus, onde o aumento de casos provocou mortes por falta de socorro, poderá se espalhar para outras localidades”, pontua a ex-prefeita de Santos.

Leia também

TELMA COBRA AMPLIAÇÃO PARA ATENDIMENTO DE SEQUELAS DE COVID

Ver mais

TELMA PROPÕE CESTA VERDE PARA FAMÍLIAS CARENTES

Ver mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE PEC 32 E RETROCESSOS DO GOVERNO FEDERAL

Ver mais