28/01/2020

TELMA COBRA PLANO DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, Telma abordou o tema com o secretário Fábio Ferraz

 Preocupada com a ameaça da epidemia coronavirus chegar ao litoral paulista, sobretudo pelo Porto de Santos, a vereadora Telma de Souza cobrou um plano de prevenção realizado pela Prefeitura. Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde, a ex-prefeita abordou o tema com o secretário municipal da pasta, Fábio Ferraz, em reunião realizada na tarde desta terça-feira (28). Telma obteve a garantia de que, inicialmente, o Hospital Guilherme Álvaro e o Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, servirão como retaguarda para atendimento.

O coronavirus, conhecido entre os especialistas como 2019-nCov, ficou conhecido em dezembro do ano passado, na província chinesa de Hubei, na região de Wuhan. O local é considerado o epicentro da doença. A Organização Mundial de Saúde divulgou, na segunda-feira (27), a classificação do risco internacional da epidemia. O status aumentou de “moderado” para “elevado”. Até a tarde desta terça-feira (28), o número de mortos por 2019-nCov na China era de 106 pessoas. O total de casos confirmados em todo país é de 4.193.

 

O Brasil possui três casos suspeitos. O Ministério da Saúde confirmou que há um em Minas Gerais, um no Paraná e outro no Rio Grande do Sul. Há também uma família brasileira, nas Filipinas, com suspeita de infecção por 2019-nCov. Ao todo, 12 países já registram casos, como Tailândia, Singapura, Estados Unidos, França, Filipinas, Austrália e Alemanha.

 Telma ressalta que o plano elaborado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) prevê a utilização dos dois municipais. A vereadora acrescenta que a Administração Municipal também se comprometeu a aperfeiçoar o plano preventivo, para evitar o impacto à população.

 “O coronavirus é uma ameaça real e Santos precisa ter um plano de prevenção. Nesta reunião com o secretário, tratamos sobre vários assuntos relativos à Saúde, mas este tema foi o principal, em função do avanço da epidemia e também do possível acesso pelo nosso porto. Qual a proposta para salvaguardar a saúde e a vida das pessoas? O secretário afirmou que, inicialmente, dois hospitais estaduais servirão de retaguarda: o Guilherme Álvaro, aqui em Santos, e Emílio Ribas, em São Paulo, caso haja necessidade de quarentena ou isolamento”, relata a parlamentar.

Leia também

PROJETO DA TELMA DEFENDE PUNIÇÃO À HOMOFOBIA

Ver mais

TELMA COBRA PLANO DE PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

Ver mais

TELMA QUESTIONA REAJUSTE DA TARIFA DE ÔNIBUS

Ver mais