15/02/2021

TELMA PROPÕE NOME DE SUELY MORGADO PARA FUTURA ESCOLA

Legislativo aprovou o requerimento por unanimidade

A vereadora Telma de Souza propôs à Prefeitura de Santos que uma futura Unidade Municipal de Ensino (UME) receba o nome de “Vereadora Suely Morgado”, em reconhecimento ao legado da parlamentar, falecida em dezembro. O requerimento que faz a sugestão ao Poder Executivo foi aprovado pela Câmara Municipal na quinta-feira (11).

“Antes da vereança, Suely Morgado teve uma extensa trajetória como educadora na nossa Cidade e na Região. Inclusive, foi chefe do Departamento Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação, quando tive a honra de ser prefeita de Santos, e responsável pelo Projeto de Integração para crianças na Escola de Educação Especial Carmelita”, relata a parlamentar.

Suely Morgado foi vereadora eleita em 1996 e reeleita em 2000 e 2004. Entre suas bandeiras, defendeu a implantação municipal do Programa Fome Zero, criado no início do Governo Lula, em 2003. É também autora da lei que instituiu o feriado municipal pelo Dia da Consciência Negra. 

A homenageada também pautou a luta pela inclusão de travestis e transexuais, defendeu os direitos da população carcerária e foi peça fundamental no processo de tombamento da Estação Ferroviária Sorocabana, hoje ocupada pelo Fórum da Cidadania. Ela também liderou o debate público que resultou na elaboração do Plano Municipal de Direitos Humanos.

Cidadã Santista 
Em 2012, Suely Morgado recebeu o Título de Cidadã Santista, proposto pelo então vereador Reinaldo Martins. Após um longo tratamento de saúde, veio a falecer no último mês de dezembro.

“O legado da educadora e vereadora Suely Morgado merece ser reverenciado. Eleita por três vezes consecutivas, ela dedicou seus mandatos às lutas por Educação de qualidade, Direitos Humanos, Terceira Idade e Cultura”, ressalta Telma.

Leia também

TELMA COBRA AMPLIAÇÃO PARA ATENDIMENTO DE SEQUELAS DE COVID

Ver mais

TELMA PROPÕE CESTA VERDE PARA FAMÍLIAS CARENTES

Ver mais

AUDIÊNCIA PÚBLICA DEBATE PEC 32 E RETROCESSOS DO GOVERNO FEDERAL

Ver mais