29/08/2020

TELMA QUER EVITAR FECHAMENTO DE VAGAS DE UTIs IMPLANTADAS DURANTE A PANDEMIA

Garantir a permanência de vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) abertas por causa da pandemia de Covid-19 é prioridade para a vereadora Telma de Souza. A Prefeitura de Santos iniciou um processo de desativação dos novos leitos e Telma apresentou um requerimento cobrando a manutenção das vagas durante e também pós-pandemia, até pelo histórico de déficit de leitos de UTI em Santos e Região.

"Há anos lutamos para que sejam abertas novas vagas de UTI. Com a pandemia, elas tiveram que ser abertas e precisam ser fixadas e mantidas posteriormente, porque a população precisa dessa retaguarda. A Prefeitura está acenando para o fechamento de leitos de UTIs, ignorando o déficit histórico em Santos e na Região. A Cidade não pode fazer isso. É o mesmo que seguir na contramão", avalia Telma.

De acordo com os boletins diários emitidos pela Secretaria Municipal de Saúde, a taxa de ocupação de leitos de UTI em Santos tem variado entre 30% e 48%. A Prefeitura, então, começou a se preparar para fechar os leitos que não sendo ocupados pelos pacientes de Covid-19. 

A medida foi duramente criticada por Telma, que preside a Comissão Parlamentar de Saúde. "Defendemos a urgente utilização total dos leitos, já agora, para as mais diversas doenças. E que essas vagas de UTI se tornem um legado para a Cidade e Região", afirma.

A ex-prefeita de Santos aponta que todos os esforços são válidos para salvar vidas, sobretudo quando os recursos para o custeio dos leitos estão garantidos pelos contratos emergenciais, aditivos e cessões de espaços hospitalares realizados por conta da pandemia. 

O número comparativo de leitos de UTI na Cidade, antes e depois da pandemia, assim como o déficit e sua distribuição no Sistema Universal de Saúde (SUS), foram solicitados pela vereadora. A parlamentar questiona ainda quantas vagas serão mantidas após o retorno à normalidade e o número de internações realizadas nos leitos gerais, leitos infantis e leitos de UTI em cada unidade disponível para atendimento de Covid-19.

A presidente da Comissão Parlamentar de Saúde entende que fechar leitos não condiz com a realidade atual. 

Leia também

TELMA PROPÕE CRIAÇÃO DE POLÍTICA DE ECONOMIA SOLIDÁRIA 

Ver mais

TELMA DENUNCIA FIM DO CARTÃO ALIMENTAÇÃO PARA ALUNOS AO MINISTÉRIO PÚBLICO

Ver mais

TELMA REIVINDICA RETORNO DO CARTÃO "BOLSA ALIMENTAÇÃO" PARA 8 MIL FAMÍLIAS

Ver mais