07/06/2021

TELMA QUESTIONA RETORNO DOS SERVIDORES DE TRABALHO REMOTO ANTES DA SEGUNDA DOSE

Presidente da Comissão de Saúde, a vereadora solicitou que o Decreto seja reavaliado pelo Executivo

O Decreto 9.340/21, publicado pelo Governo Municipal no Diário Oficial de Santos, na segunda-feira (31), causou indignação nos servidores públicos por exigir o retorno presencial dos profissionais que atuam em home-office, a partir de 14 de junho. O Decreto determina a volta dos profissionais antes da segunda dose para aqueles que receberam a vacina Oxford/Astrazeneca. A decisão foi questiona pela vereadora Telma de Souza.

A ex-prefeita de Santos recebeu inúmeras solicitações a respeito do tema, durante a audiência pública que discutia a variação nos índices da pandemia de Covid-19, na segunda-feira (31). O evento foi promovido pela Comissão Parlamentar de Saúde, da qual Telma é presidente, e contou com a participação dos médicos Evaldo Stanislau (infectologista) e Sérgio Zanetta (sanitarista) e do secretário municipal de Saúde, Adriano Catapreta. A população participou pelas mídias sociais.

A gravidade do momento, com a proximidade de uma terceira onda da pandemia, reconhecida pelos especialistas, é determinante para o que o Executivo reavalie no decreto publicado. Telma entende que a medida é contrária às orientações científicas de que a imunização só é completa após a segunda dose.

“Solicitei pessoalmente ao secretário de Saúde que a decisão seja revista. Assim como formalizei por requerimento. Uma medida dessa vai na contramão de tudo que estamos fazendo para enfrentar a transmissão do vírus. A decisão colocará os trabalhadores em risco, provocará aglomeração nas repartições e aumentará a circulação das pessoas nas ruas. A Prefeitura precisa ser a primeira a adotar as medidas sanitárias adequadas”, relata.

Leia também

SAÚDE, EDUCAÇÃO E ASSISTÊNCIA: TELMA APRESENTA 110 DAS 200 EMENDAS AO ORÇAMENTO.

Ver mais

TELMA QUESTIONA RETORNO DOS SERVIDORES DE TRABALHO REMOTO ANTES DA SEGUNDA DOSE

Ver mais

TELMA COBRA INTERVENÇÕES ESTRUTURAIS NO CONJUNTO SANTOS “O”

Ver mais