07/06/2021

TELMA QUESTIONA RETORNO DOS SERVIDORES DE TRABALHO REMOTO ANTES DA SEGUNDA DOSE

Presidente da Comissão de Saúde, a vereadora solicitou que o Decreto seja reavaliado pelo Executivo

O Decreto 9.340/21, publicado pelo Governo Municipal no Diário Oficial de Santos, na segunda-feira (31), causou indignação nos servidores públicos por exigir o retorno presencial dos profissionais que atuam em home-office, a partir de 14 de junho. O Decreto determina a volta dos profissionais antes da segunda dose para aqueles que receberam a vacina Oxford/Astrazeneca. A decisão foi questiona pela vereadora Telma de Souza.

A ex-prefeita de Santos recebeu inúmeras solicitações a respeito do tema, durante a audiência pública que discutia a variação nos índices da pandemia de Covid-19, na segunda-feira (31). O evento foi promovido pela Comissão Parlamentar de Saúde, da qual Telma é presidente, e contou com a participação dos médicos Evaldo Stanislau (infectologista) e Sérgio Zanetta (sanitarista) e do secretário municipal de Saúde, Adriano Catapreta. A população participou pelas mídias sociais.

A gravidade do momento, com a proximidade de uma terceira onda da pandemia, reconhecida pelos especialistas, é determinante para o que o Executivo reavalie no decreto publicado. Telma entende que a medida é contrária às orientações científicas de que a imunização só é completa após a segunda dose.

“Solicitei pessoalmente ao secretário de Saúde que a decisão seja revista. Assim como formalizei por requerimento. Uma medida dessa vai na contramão de tudo que estamos fazendo para enfrentar a transmissão do vírus. A decisão colocará os trabalhadores em risco, provocará aglomeração nas repartições e aumentará a circulação das pessoas nas ruas. A Prefeitura precisa ser a primeira a adotar as medidas sanitárias adequadas”, relata.

Leia também

CÂMARA APROVA OBRIGATORIEDADE DO TESTE DO CORAÇÃOZINHO

Ver mais

TELMA PROMOVE AUDIÊNCIA SOBRE JORNADA DE 30 HORAS SEMANAIS PARA A ENFERMAGEM

Ver mais

BANCO DE ALIMENTOS DE SANTOS PROPOSTO POR TELMA AVANÇA NA CÂMARA DE SANTOS

Ver mais